Tupigrafia é a primeira revista brasileira onde os tipógrafos estão no poder. Uma revista onde a forma é o conteúdo. Onde o próprio autor de um artigo é o responsável pela sua concepção visual. Agora são 80 páginas de pura cultura tipográfica.

A revista aborda diversas formas de manifestação da tipografia, esteja ela presente nas artes plásticas, fotografia, cinema, história, e no próprio design gráfico. Propõe fazer o registro de personalidades (famosas ou não) que se envolveram com o universo tipográfico.

O segundo número conta com uma matéria de capa com o escritor Millôr Fernandes; apresentação das type foundries Tipos do aCASO, de Pernambuco e Subvertaipe, do Rio de Janeiro; o ensaio “Tipografia e Arte”, de Claudio Ferlauto que traça um paralelo entre as artes plásticas e a tipografia, desde o século XIV até as produções mais recentes, entre outras matérias.

Produzida pela editora Bookmakers (revista Macmania), a revista Tupigrafia é editada pelos tipógrafos Tony de Marco e Claudio Rocha.

Bits e pixels redesenham a década

Uma das áreas mais afetadas foi a da tipografia, que passou por verdadeira reviravolta. Graças a novos softwares, ficou muito fácil para o designer projetar sua própria fonte tipográfica. O número de fontes disponíveis no mercado aumentou de maneira espantosa. Disponíveis para download – palavra nova para um ato também novo – no próprio computador, pela internet, ficou muito fácil escolher entre um leque de opções até então inimaginável. Esse movimento internacional teve representantes ativos no Brasil.

Cláudio Rocha foi o primeiro designer brasileiro a ter fontes comercializadas no mercado internacional. Em 1996, vendeu duas, a ITC UnderScript e a ITC Gema. Outros nomes bem ativos na segmento são Tony de Marco, Jimmy Leroy, Billy Bacon, Eduardo Bacigalupo e Priscila Farias, entre outros. Alguns deles se uniram em 2000 para lançar uma revista específica sobre o tema, a Tupigrafia.

Algumas páginas

Conheça mais em http://www.tupigrafia.com.br

About arianepadilha.com

Adoro produção gráfica, nasci brincando em gráfica e descidi compartilhar essas coisas, existem tantas coisas tontas que mostram a vida de todo mundo, e porque não mostrar meus gostos?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s